segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

amenorreia no pós-parto!

Queria abordar um assunto sobre o qual encontrei pouca informação online e muita disparidade nos testemunhos! A amenorreia pós-parto ou o retorno ao nosso ciclo.
Durante a gravidez, há geralmente uma interrupção da ovulação e menstruação porque... já estamos com um ovo fecundado dentro de nós! Após o nascimento do bebé, é natural perder algum sangue, geralmente até à 6a semana após o parto, de forma decrescente (maior fluxo logo após o parto, por vezes com coágulos, e menor para o final deste período). É o nosso útero a voltar ao tamanho normal e a libertar-se de tudo o que lhe permitiu alimentar o nosso bebé.
Depois é que a coisa complica, porque há várias variáveis em jogo e cada metabolismo e cada reacção hormonal é individual: logo, não há uma só forma "normal" de as coisas acontecerem. No entanto, se sentirem algo anormal, como dores intensas, fluxo muito abundante por mais tempo que o referido e/ou com maior frequência que anteriormente, se sentirem um odor fétido, etc, enfim algo que não achem que está bem, devem procurar ajuda profissional.
A primeira variável é a amamentação: as mulheres que amamentam produzem a hormona prolactina, que inibe a produção de mais óvulos e consequentemente a menstruação. Se estes níveis forem relativamente baixos, a mulher pode menstruar mesmo estando a amamentar em exclusivo. No entanto, o mais comum é durante os meses em que ocorrer amamentação em regime livre e exclusivo, a mulher estar amenorreica (sem menstruação). Há até quem utilize esse método como contraceptivo, mas há que ter certos cuidados, e como todos eles, não é 100% seguro... Encontrei um artigo sobre MAL (método da amenorreia da lactação) muito interessante aqui e aqui.
Assim, não há uma data certa para voltar a ter o período. Conheço mulheres que o tiveram 2 meses depois de parir, e outras que estiveram um ano sem o ter (estou a falar de mulheres que aleitavam, pois se a mulher nem sequer o fizer, é natural que tenha a menstruação muito mais cedo, como no mês seguinte ao parto ou no mês depois desse).
No entanto, e depois de a menstruação voltar? Obviamente que a mulher tem que ter um método contraceptivo alternativo para pôr em prática. A menstruação pode ser ligeira ou muito abundante, e ter uma frequência maior que antes da gravidez (não respeitar os dias de ciclo) ou menor.
No meu caso, voltei ao meu ciclo passados 9 meses (6 deles a amamentar em exclusividade e os outros 3 complementados com outros alimentos) e a sua duração e fluxo foram semelhantes a antes da gravidez. Apenas senti uma redução das cãibras abdominais (IUPI!!!!)
Porém o ciclo ainda não se regularizou: felizmente está com uma frequência menor que antes, possivelmente devido à continuidade da amamentação.
Encontrei informação aqui e no fórum do Aqui há Bebé, da Doula Sofia Carvalho, que prontamente me respondeu a esta questão!
Fico à espera dos vossos comentários! Quando voltaram a entrar no ciclo? Quanto tempo levou a regularizar?

(A informação desta mensagem é da minha autoria e não está, obviamente sujeita a revisão científica, pelo que devem confirmá-la em fontes fidedignas ;)

1 comentário:

We Are Not Tyical - WANT disse...

obrigada por toda esta informação. é engraçado as mulheres nunca falarem sobre estas coisas.
já me disseram várias vezes que podemos não ser menstruadas depois do parto mas continuar a ovular, logo, engravidar... como é que isso se vê?

não ter o período e estar saudável é só mais uma bênção da amamentação :)